Capelania: Exercício de Fé, Esperança e Amor Amparado por Lei por Dra. Cristiane Melo

Pouco se sabe a respeito de Capelania, o que é, e qual seu objetivo final, e assim, por falta de conhecimento do assunto o mesmo é relegado ao segundo plano de nossas vidas ministeriais. Muitas vezes já a praticamos, porém sem sabermos que a mesma é amparada por lei e quão grandioso é aquele que pratica esse ensinamento de Yeshua Ha Mashiach, Jesus O Cristo. Sim, Capelania Evangélica é garantida por lei, a Constituição Federal em seu artigo 5º, inciso VII assegura a assistência religiosa àqueles que, necessitam de auxílio espiritual, e se encontram em entidades civis (pública ou privada) e militares de internação coletiva; assim, a Capelania  é dever do crente em Jesus O Cristo, e direito frente às leis humanas.
Outro amparo legal é o Decreto Estadual nº 38.745/97 que regulamenta a Lei nº 10.630/92, e que dispõe sobre a prestação de assistência religiosa nas entidades acima citadas em nosso Estado, e diz que a prestação e assistência religiosa aos enfermos, detentos e internos, devem ser sem prejuízo da ordem e disciplina exigidas nos estabelecimentos visitados. A assistência poderá ser prestada durante o dia ou à noite, em qualquer local reservado ou não, onde se encontrar a pessoa a ser assistida, sempre com autorização da direção do estabelecimento; assim, deverão os ministros religiosos identificar-se.
Devemos ter em mente que Capelania é, antes de qualquer coisa, uma determinação de D’us para nós, é um dever; por isso nosso Senhor nos ensina sobre Capelania; em Mateus 25, no  versículo 35 Ele diz: “Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me”, e ainda no versículo 36 “Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e foste me ver”. Vemos que nesta passagem bíblica nosso Salvador nos apresenta algumas ramificações de Capelania, como a Capelania de Assistência em Ação Social, a Capelania Hospitalar e a Capelania Prisional.
E falando do primeiro componente do espírito de quem está em Cristo que é Fé conforme Paulo escreveu em 1ª Coríntios 13.13 e lembrando que é o próprio Senhor, o Autor da nossa fé conforme está escrito em Hebreus 12.2, atentemos novamente para a citação Bíblica mencionada no início desta palavra, ou seja: “Bem vês que a tua fé cooperou com as suas obras e que, pelas obras, a fé foi aperfeiçoada”. Quero chamar-te a atenção para duas verdades neste texto sobre a fé: 1ª. “A FÉ COOPEROU COM AS OBRAS” no caso específico citado e é nada mais nada menos do que a Fé de Abraão, o nosso Pai na fé conforme Romanos 4.16. Fé coopera com Capelania porque Capelania é obra de Assistência Espiritual. Capelania Evangélica é o avivamento da fé. Sem uma fé avivada, isto é, aperfeiçoada pela Capelania Evangélica, o Cristão incorre no modo de vida apenas teórico ou emocional. Capelania Evangélica tem teoria e tem emoção, mas, sobretudo é vida espiritual Bíblica que ultrapassa estes níveis encontrados no âmbito eclesiástico e que são confundidos com a espiritualidade projetada do coração de D’us para o seu povo. Capelania Evangélica é teoria Bíblica focada para a prática do Reino de D’us; são emoções da fé aperfeiçoada pela disposição, coragem, ousadia, firmeza e determinação para sentindo a presença de D’us, seu poder, sua perfeita palavra, e a realização de todas as promessas, ou seja, mais de oito mil registradas na Bíblia. Acima de tudo é a rejeição da mediocridade do intelectualismo racional humano e do misticismo psicológico sem profundidade essencial da nobreza do exame. Isto significa que Capelania  é serviço resultante da fé equilibrada que balanceia nossa formação com o propósito perfeito de D’us quanto a nossa origem. É ver a explicação anterior ao explicado e viver conforme a mente de Cristo da maneira que está escrito em 2ª Pedro 3.1: “Mente sincera”. Sincero do grego elikrines literalmente é traduzido como “testado pela luz do sol”. Isto denota que Capelania Evangélica é obra da fé que pode e deve ser testada pela luz do sol no sentido ético e moral. É resultado da fé dada pelo próprio D’us. É o despertamento do Espírito Santo ao povo de D’us em nossa geração que nada mais é do que o retorno à moda Bíblica daqueles que têm fé. Trecho retirado da Apostila de Capelania Básica de autoria Pr. Mário Lima, Presidente da UCEBRAS “14 anos Ministrando o Toque do Amor de D’us que é sem Limites!”
Então, com fé e com os corações voltados para o Reino de D’us e amparados pelas leis dos homens é imperativo que não tardemos a executar a comissão outorgada pelo Messias de levar esperança aos necessitados, faz-se necessário que nos preparemos adequadamente para tal mandato do Senhor, tomando o cuidado de fazer tudo com amor, ordem e decência. Assim, devemos entender que Capelania é diferente de Evangelização, sendo que Capelania é feita para o Reino de D’us, e a evangelização é feita para nossa Igreja local enquanto denominação religiosa, para contribuir com o crescimento e edificação da mesma, e nesse sentido devemos evitar ao máximo as práticas denominacionais dentro das instituições visitadas, mesmo que o paciente, recluso ou interno, alvo da visita, já seja crente em Cristo Jesus.
No desejo de fazer algo para o D’us que tanto nos ama, e para tentarmos levar as Boas Novas do Reino aos que estão sofrendo, agimos precipitadamente e sem a devida instrução, contudo damos Glória, pois o Senhor prepara e providencia pessoas para nos ensinar dentro dos padrões bíblicos, com base na Sua Palavra. Capelania Evangélica é visão bíblica. Não possui em seu caráter nada além do que está na Bíblia e que é simples de assimilar quando se tem um espírito de fé, esperança, e amor, isto é, quando se está em Cristo.
PROPAGUE: Fé, Esperança e Amor. Seja uma Autoridade Eclesiástica reconhecida pelo Governo Federal.

Dra. Cristiane Carvalho de Melo, é Capelã, Professora, Advogada, Teóloga pelo Instituto de Teologia e Educação Escola de Profetas.

Esta entrada foi publicada em Capelania Interdenominacional, Colunistas Voluntários. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>